Loading...
Você está aqui:  Home  >  Bem Estar  >  Artigo atual

Conheça a Bronquiolite

Por   /  1 Comentário

    Imprimir       Email

A doença bronquiolite, que é uma inflamação dos bronquíolos, atinge em sua grande maioria os bebês que ainda são menores que 2 anos de idade, e a ocorrência dessa doença se torna mais comum em períodos frios, como no inverno. Essa doença tem um número maior de casos em bebês por que nos primeiros anos de vida, o sistema imunológico desses bebês ainda é muito imaturo, o que faz com que as crianças fiquem mais vulneráveis ao vírus sincicial respiratório (VSR), ao qual é o principal causador da doença, mais o adenovírus, o rinovírus e o metapneumovírus também são transmissores deste tipo de doença, que tem como principal meio de contaminação através de secreções respiratórias ou pelo contato direto com ele. Portanto, os bebês que passam o dia em lugares considerados fechados em meio de outras crianças que já tenha a doença, como em creches, é muito provável que essa criança possa vir a contrair a doença.

Saiba o que é Bronquite

Os principais sintomas

Siga o [Mini Dicas] no Facebook Clique no botão Curtir para se inscrever na nossa página.

Inicialmente os sintomas são parecidos com os da gripe normal, que são febres, tosse seca, nariz escorrendo e demais sintomas relacionados a gripe em fase inicial. Em sua segunda etapa, se dá quando os sintomas que as crianças apresentam começam a piorar, aparecendo sintomas de falta de ar. Por isso, se a criança apresentar todos esses sintomas, é importante levar essa criança ao pediatra, pois quanto mais nova for essa criança, maiores serão os riscos de um agravamento desta doença.

Como fazer o tratamento

É importante que as mamães mantenham seus filhos sempre hidratados, com mamadeira ou leite materno, elas também poderão controlar a febre (se houver) tentando o máximo possível deixar estável, isso nos casos que existam um desconforto respiratório.

No caso de agravamento da doença, é importante que a leve em um pronto socorro ou hospital mais próximo de sua residência, se for o caso de internação ou de um acompanhamento médico, lá é possível que essa criança se hidrate mais rapidamente com soros que são aplicados via venosa, ou oxigenoterapia, fisioterapia respiratória, tudo isso para que o desconforto passe. Portanto, não espere a doença se agravar, leve sempre seu filho ao médico.

É importante deixar claro que ainda não existe uma vacina específica para essa doença, mais existe diversas formas de preveni-la. Portanto sempre que puder, leve seu filho ao médico.

    Imprimir       Email

Escrito por:

Editor Webwriter do Mini-Dicas e estudante de Sistemas de Informação, tem 22 anos e curte tecnologia desde pequeno. Começou seu blog pessoal em meados de 2005 e desde então escreve sobre seu assunto preferido: O mundo da tecnologia.

Na categoria de Bem Estar, Saúde. Fique sempre atualizado, receba nossas dicas por e-mail gratuitamente; Clique Aqui. Você pode deixar um comentário ou compartilhar esta página para seus amigos.

1 Comment

  1. Caterine disse:

    como era de esperar mais uma vez o sisu tem as notas de corte que nieungm entende como posso acreditar si ja estar chegando o fim da etapa de entrar en uma universidade que esperamos com anciedade durante os anos que passa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Current month ye@r day *