Loading...
Você está aqui:  Home  >  Bem Estar  >  Artigo atual

Como Idosos Conseguem Controlar Suas Emoções

Por   /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Com o tempo, as pessoas tendem a ficar mais sábias, menos impulsivas e mais vigilantes. Quando somos jovens, somos muito ansiosos e geralmente nos arrependemos facilmente dos erros cometidos. Mas estudos recentes comprovaram que os idosos são mais pé no chão, seguros e não se deixam entristecer por oportunidades perdidas… mas só os idosos saudáveis.

As pesquisas revelaram que idosos saudáveis são mais capazes de regular suas emoções do que jovens adultos. Pesquisadores alemães também interessados nesse fenômeno, estão estudando a atividade cerebral para compreender biologicamente, por que isso acontece.

Saiba como os idosos conseguem ser mais equilibrados

Com um grupo de adultos jovens na faixa dos 25 anos e outro grupo com pessoa na faixa dos 65 anos só que não saudáveis, exames de ressonância magnética foram feitos para observar a atividade cerebral diante de uma oportunidade perdida. Tanto o primeiro como o segundo grupo, ficaram frustrados e sua atividade cerebral foi semelhante, na região do cérebro chamada de estriado ventral e que é responsável pelos sentimentos e arrependimentos das pessoas.

Siga o [Mini Dicas] no Facebook Clique no botão Curtir para se inscrever na nossa página.

Um terceiro grupo de pessoas idosas, também na faixa dos 65 anos só que saudáveis, participou dos testes e os resultados se mostraram muito diferente dos dois grupos. Pôde se observar que os idosos saudáveis, diante de uma situação de frustração e arrependimento, conseguiram agir de uma forma emotiva mais segura e estável diante do problema.

O teste foi feito com os 3 grupos, usando um jogo de vídeo game, especialmente feito para a pesquisa. No jogo, as pessoas deviam procurar uma caixa que houve um tesouro, enquanto as outras podiam conter um demônio. Quando se encontrava o demônio, o jogo terminava e a pessoa perdia tudo. Nos dois primeiros grupos, as pessoas voltaram a jogar o game, mas com mais ousadia e atenção, se arrependendo de ter perdido anteriormente. Já os idosos saudáveis, ao perder o jogo se mantinham tranquilos e nem se preocuparam em jogar mais uma partida.

Esses estudos são importantes para desvendar como o cérebro trabalha as emoções e suas sensações diante de dificuldades e situações conflitantes, de estresse e de arrependimento e frustrações. Com essas pesquisas, será possível a longo prazo, serem feitos medicamentos entre outros tipos de terapias e paliativos, para auxiliar pessoas com depressão e outros transtornos psíquicos, tanto sendo jovem ou idoso.

    Imprimir       Email

Escrito por:

Lucilene Batista no Google+

Na categoria de Bem Estar. Fique sempre atualizado, receba nossas dicas por e-mail gratuitamente; Clique Aqui. Você pode deixar um comentário ou compartilhar esta página para seus amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Current month ye@r day *