Como se Tornar um Micro Empreendedor Individual

Por   /  3 Comentários

Uma das categoria de pessoas que está em constante crescimento sãs as de Microempreendedor Individual (ou MEI como é mais conhecida), cuja ela é uma categoria que foi dado a todos os profissionais que são donos de algum micro-empreendimento. Sejam eles pessoas autônomas como os vendedores ambulantes, vendedores de lanche, taxistas, cabeleireiras, manicures, pessoas dos mais variados serviços de assistência técnica, enfim, todos aqueles que tenham um pequeno negócio e que querem se formalizar, sendo em endereço fixo ou não. Esse tipo de tributação foi legalizada desde 2008, mais só começou a ser válida a partir do ano de 2009, e que atualmente conta com um banco de dados com muitos registros.

Saiba como se tornar um micro empreendedor individual

Devido as grandes facilidades que o Microempreendedor Individual propicia aos seus prestadores de serviços, podemos destacar a isenção no pagamento de tributos na hora da abertura da empresa convencional e também a isenção de toda a burocracia sobre as taxas de inscrição. Sendo assim, essa categoria está recebendo cada vez mais inscrições de novos empreendedores apesar dela ser uma iniciativa recentes no âmbito empresarial.

Podemos classificar o Microempreendedor Individual como uma espécia de registro de forma simplificada, ao qual a pessoa que quer se cadastrar poderá fazer o mesmo através da internet o que faz com que seja gerado o número do CNPJ automaticamente na hora da finalização do cadastro, sem custo nenhum por parte do cadastrado. Isso faz com que o microempreendedor saia da informalidade do mercado de trabalho, tornando-se assim, um microempreendedor individual.

Para maiores informações e dúvidas a respeito de como fazer para se formalizar, visite o site do programa que a Receita Federal disponibiliza no seguinte link:

http://www.portaldoempreendedor.gov.br/modulos/formalize/index.html

Por isso, se você é trabalhador de forma autônoma e quer se formalizar e ser um microempreendedor individual, essa categoria a todos aqueles que pertencem aos seguintes ramos de atuação: vendedores ambulantes, lancheiros, cabeleireiros, pipoqueiros, manicures, costureiras, encanadores, confeiteiros, fotógrafos, eletricistas e várias outros ramos que vivem na informalidade. Mas vale lembrar que apenas os ramos de atuação que são regulamentados não poderão solicitar o MEI e com isso usufruir de todas as vantagens que essa categoria possibilita. Sendo assim, o MEI é para aquelas profissões que não são regulamentadas, que fique claro.

Formalize-se, seja um Micro Empreendedor Individual.

    Imprimir       Email

Escrito por:

Editor Webwriter do Mini-Dicas e estudante de Sistemas de Informação, tem 22 anos e curte tecnologia desde pequeno. Começou seu blog pessoal em meados de 2005 e desde então escreve sobre seu assunto preferido: O mundo da tecnologia.

Na categoria de Utilidades. Fique sempre atualizado, receba nossas dicas por e-mail gratuitamente; Clique Aqui. Você pode deixar um comentário ou compartilhar esta página para seus amigos.

3 Comentários

  1. MARIAdas doresdasilvabelo disse:

    quero fazer o cnpj porque trabalho por conta mas quando entro na pagina que pede meu cpf e data de nascimento em seguida pede meu o numero da escriçao do proprio ai nao consigo pos nao tenho o q devo fazer pra rever os numeros da escriçao q diz q tenho ou como cancelar pra abrir outra.

  2. raquel disse:

    ola ja tenho a cnh d e gostaria de trabalhar com vans qual o procedimentos???
    sem mais obrigado

  3. caroline disse:

    como abrir mini empreendedor individual. firma de moto boy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *